Contraste:
Tamanho do texto:

Dicas

A fumaça do escapamento

A fumaça do escapamento

Voltar

Se o escapamento do automóvel, começa a expelir uma fumaça mais carregada, é problema mecânico grave? Pode ser que sim, mas também pode ser que não. Se a fumaça for escura, mais puxado para o preto é sinal de desregulagem do motor, um problema de solução mais simples, pois basta interferir nessa regulagem da mistura do ar com o combustível.

Por outro lado, se a fumaça for acinzentada, quase branca, ou seja, de tonalidade clara, aí o problema pode ser mais grave porque o motor está queimando óleo, é o que provoca a fumaça mais clara.

Esse óleo que está sendo queimado pode ter duas origens. Pode estar vindo do cabeçote, da parte superior do motor, pelas válvulas e a manutenção será mais simples e mais barata.

Mas, pode estar vindo da parte inferior, do cárter, por um problema qualquer de vedação, de anéis ou de pistões. E aí a manutenção é mais cara e mais complexa. É a retífica do motor.

Resumindo, o excesso de fumaça nem sempre significa uma grande despesa com retífica do motor. Fique atento e não aceite o primeiro diagnóstico pessimista porque a solução pode ser mais simples e de custo razoável.