Contraste:
Tamanho do texto:

Dicas

Como identificar problemas e saber se é a hora de trocar o escapamento.

Como identificar problemas e saber se é a hora de trocar o escapamento.

Voltar

É sempre importante lembrar que o sistema de escapamento é fundamental para a redução de ruídos, controle na liberação de gases e economia de combustível.

Um dos fatores de maior desgaste do escapamento é a corrosão, que chega a perfurar abafadores, tubos silenciosos e outras peças do sistema.

Aí o motorista irá perceber excesso de ruídos, aumento do consumo de combustível, desgaste prematuro das peças do motor, aquecimento do assoalho e até mesmo um aumento da temperatura interna do carro.

Veja abaixo algumas orientações para identificar problemas com o sistema de escapamento:

Aquecimento do assoalho: o aumento de temperatura no assoalho do veículo é sinal de que algo está errado. Pode ser a proximidade errada do sistema de escapamento com o chão do veículo, alguma corrosão ou alguma parte do sistema pode estar trincada.

Excesso de ruídos: não é difícil perceber a mudança do barulho do veículo, o que ajuda a identificar rapidamente que pode haver algum problema no sistema de escapamento. Com isso, o motorista deve checar os tubos e o miolo dos silenciadores para saber se não há furos.

Trepidação: caso o motorista perceba barulhos diferentes embaixo do veículo ou trepidação no assoalho é importante fazer uma checagem nas borrachas e coxins que fazem parte do sistema de escapamento. Problemas com esses itens do sistema podem provocar problemas maiores.

E por fim, o catalisador também merece atenção especial, pois vários fatores podem prejudicar o seu funcionamento como combustível de má qualidade, excesso de consumo de óleo do motor, corrosão e motor desregulado.

Não descuide da manutenção preventiva do seu veículo. Leve-o para uma revisão do sistema de escapamento. Manutenção preventiva traz tranquilidade na direção e economia no bolso.

Oferecimento: ARTESP – Agência de Transportes do Estado de São Paulo.